coLAB

laboratório de pesquisa em comunicação, culturas políticas e economia da colaboração

JOGOS DE COOPERAÇÃO

DESCRIÇÃO

O presente projeto tem o objetivo de traduzir em jogos e materiais educativos problemas clássicos da teoria da cooperação. A proposta é materializar formulações filosóficas próprias da chamada teoria da cooperação, um ramo específico da teoria dos jogos, dando origem a uma série de jogos, que farão uso de elementos como tabuleiros, cartas e dados. Com isso, se pretende não apenas dar consistência à discussão sobre os conceitos evocados pela teoria da cooperação, como também especialmente despertar diferentes públicos para situações inspiradas por esses problemas. Problemas como o Dilema do Prisioneiro, a Tragédia dos Comuns, e outras variantes, trabalham noções relacionadas à confiança, comprometimento, generosidade, compartilhamento de responsabilidades e muito mais, e são portanto traduzíveis em situações comuns em jogos e brincadeiras reais, especialmente os voltados para crianças e adolescentes. Busca-se transformar estas formulações em jogos voltados para um público universitário, sem restrição à área de formação, visto a aplicação destes problemas em diferentes campos. Pretende-se iniciar com três jogos-pilotos da série, a serem patenteados como protótipos. Eventualmente, uma vez que se tenha recursos para a sua produção em pequenas quantidades, os jogos poderão ser distribuídos gratuitamente em cursos de Ciência Política, Biologia, Relações Internacionais, Psicologia e vários outros em que os problemas propostos têm repercussão. Assim, através de uma provocação lúdica e interativa, que explora os limites conceituais e aplicações práticas para a teoria da cooperação, o presente projeto se ancora na pesquisa, planejamento e elaboração dos materiais componentes desta série de jogos. Fazendo uso de materiais simples e prezando pelo bom acabamento de suas peças, o projeto pretende consolidar uma experiência no âmbito dos chamados “serious games”, isto é, jogos pensados com propósitos que não puramente entreter, mas estimular a reflexão sobre determinadas situações.

PRÊMIO DESTAQUE NA INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO CNPQ 2015

PRÊMIO UFF DA SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA 2014

PROJETO CONTEMPLADO PELO EDITAL FAPERJ FAPERJ Nº 28/2014 (Programa “Apoio à produção de material didático para atividades de ensino e/ou pesquisa – 2014”)

 
 
Facas gráficas do box de jogos  
 

PALAVRAS-CHAVES